Tecido adiposo branco x tecido adiposo marrom

Já ouviu falar que existem dois tipos de tecido adiposo (camada de gordura) que podemos acumular?
E que dependendo da quantidade que você possuir de cada pode ter mais facilidade ou dificuldade no emagrecimento?
Um se chama tecido adiposo marrom e o outro tecido adiposo branco.

tecido adiposo marrom e branco

Quando somos recém nascidos possuímos grande quantidade de tecido marrom. Ele tem como função a proteção contra o frio, produzindo calor através da “queima” de gordura e protegendo contra o frio.
Ao longo dos anos, porém, nosso tecido adiposo marrom vai sendo substituído por tecido adiposo branco. Esse por sua vez armazena gordura ao invés de queimá-la!

E até alguns anos atrás essa era toda a informação que tínhamos: ao nos tornarmos adultos tchau tchau gordura marrom, foi bom enquanto durou! 😛

Mas o que se tem estudado e comprovado há alguns anos é que SIM, podemos estimular o nosso corpo a produzir mais tecido adiposo marrom.

As vantagens em se conseguir isso é que no tecido adiposo marrom se faz muito mais queima de gordura do que acúmulo. A gordura é quebrada (sofre lipólise) e oxidada na própria molécula de gordura, promovendo a chamada “termogênese verdadeira”.
Estima-se que 50 gramas de tecido adiposo marrom ativo sejam suficientes para elevar em 20% a taxa do metabolismo basal (a quantidade de calorias que o organismo utiliza, em repouso, para manter o funcionamento dos órgãos).

O que se tem de mais comprovado hoje como método efetivo para transformar tecido adiposo branco em tecido adiposo marrom é se exercitar em temperatura fria!

exercício frio

É isso mesmo! Quer estímulo maior para não abandonar a prática de exercícios no inverno?
O efeito termogênico (de acelerar o metabolismo) com a prática de exercícios é ainda maior ao se exercitar nessa época! 😉

Parece auxiliar também no aumento de tecido adiposo marrom o aumento de melatonina – grande responsável também por uma boa qualidade de sono.
Há uma série de estratégias nutricionais que auxiliam no aumento de melatonina, por exemplo, aumentar os alimentos fontes de serotonina (como as oleaginosas) e de fitomelatonina (como por exemplo azeite de oliva, banana, aveia, alho e cebola) – ambos precursores de melatonina.

One thought on “Tecido adiposo branco x tecido adiposo marrom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *