Tapioca ou Pão?

Quer dizer que a internet te ensinou que a Tapioca é a Mocinha que te ajuda a emagrecer e o Pão é o vilão malvado que te faz engordar. É isso? 🙈

E se eu te disser que não é bem por aí?

 A tapioca é basicamente a fécula da mandioca, ou seja, é resultado do processamento do aipim. Não é um alimento rico em vitaminas e minerais. Também não é um alimento com ação no emagrecimento. Pelo contrário. Por ter poucas fibras tem um alto índice glicêmico. O que significa que aumenta rapidamente glicose e insulina após sua digestão e favorece o acúmulo de gordura.

🙎 Preciso excluir então nutri? Não necessariamente. Melhoramos bastante a carga glicêmica da refeição com tapioca fazendo algumas combinações, como por exemplo com fibras e proteína. A famosa crepioca por exemplo já é uma alternativa mais interessante!

E o pão integral? Não necessariamente é vilão!
Existem milhões de pães integrais! Entendo que confunde mesmo! As melhores alternativas geralmente encontramos em lojas de produtos naturais!
Procure lembrar de observar os ingredientes na lista: como sempre estão em ordem, é importante que os primeiros ingredientes sejam saudáveis (ex: farinha de trigo integral, farinha de arroz integral, batata doce ou aipim, etc). Se o primeiro ingrediente é farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico é pegadinha! Significa que o pão tem mais farinha branca que integral!
Além disso, não deve ser uma lista super extensa e cheia de nomes estranhos! Quanto menos aditivos melhor.
Lembre-se: comida estraga! Então esse tipo de pão precisa ser mantido no freezer e ser aquecido na hora do consumo (direto na torradeira por exemplo).

 Alem disso vale lembrar: nem só de pão e tapioca precisa viver um café da manhã! Né?
Que tal uma panqueca? Um bolo integral? Apenas frutas e ovos? Um pedaço de aipim + fruta + ovo? 🤔😋😍
São taaaaantas opções!
Ao invés de te propor excluir uma opção (pão ou tapioca) quero te convidar a incluir novos alimentos e variar mais! Que tal? Topa? 😉

Feijão: o vilão

Feijão: o vilão da vez!

feijão 2
Temido causador de gases, inchaço… desconhecido por nossos antepassados… culpado por ganho de peso… e claro, abandonado e rechaçado por toda personalidade fitness que se preze!!

A nutri tá doida?
Infelizmente não meu povo! 🙁 Nosso querido feijãozinho de cada dia tem virado mais um vilão em meio ao terrorismo nutricional que vemos por aí!

Mas hoje quero te dizer que não temos motivo para temer o feijão! Vamos à defesa do feijão? 😉

– Se você sente inchaço e excesso de desconforto com o feijão, provavelmente o problema está no seu intestino e você pode precisar tratar uma disbiose intestinal. Converse com seu nutri! Existem também estratégias no preparo do feijão que reduzem a sua fermentação.

– O feijão é uma excelente fonte proteica (especialmente se combinado com o arroz), fonte de carboidrato do tipo amido resistente e fonte de fibras. Portanto, ajuda a controlar o índice glicêmico da refeição: excelente estratégia para diabéticos e para quem busca saciedade, energia e… emagrecimento!

– Seu teor de fibras e de antioxidantes também ajuda a controlar os níveis de colesterol e se associa a adequado funcionamento intestinal e prevenção de câncer de intestino!

– É fonte ainda de muitas vitaminas importantes, como ferro, zinco, cálcio, magnésio e vitaminas do complexo B.

Todos os tipos de feijão são nutritivos e saudáveis, mas tem composição nutricional variada!
Vale a pena rodiziar os tipos de feijão utilizados e também variar essa leguminosa com outras da mesma família, como a lentilha, o grão de bico e a ervilha.