Diabetes Gestacional

O vídeo da semana é sobre Diabetes gestacional. Se você está grávida ou pretende estar em breve venha entender melhor para prevenir essa alteração!

Constipação na gravidez

Bóra pro último sintoma desagradável da gestação? A constipação! É o seu corpo tentando aproveitar ao máximo os nutrientes que você ingere e pra isso deixando o trato digestivo beemm devagar! O que fazer?

 Muita água (de novo!)
 Fibra distribuída ao longo do dia: frutas com casca ou bagaço, saladas cruas, grãos integrais, etc. Super importante!
 Fundamental também (e geralmente negligenciado) é o consumo de gorduras boas: azeite, abacate, coco, oleaginosas… Ajudam a lubrificar o intestino e a eliminar as fezes
 Exercícios também auxiliam!
 Probióticos também são super importantes. Tanto para regularizar seu intestino quanto para equilibrar a flora intestinal do seu bebê. Na minha opinião é uma das suplementações obrigatórias na gestação. Conversa com o teu nutricionista sobre o melhor período para inserir bem como dose/forma de uso. 

constipação gravidez

Inchaço na Gravidez

Inchaço na gravidez? 
Eu quase não sofri desse mal! Mas é bastante comum na gestação. Vamos ver o que fazer para prevenir ou amenizar?

 Ganhar peso com moderação – a recomendação vai depender do seu peso prévio e presença ou não de alterações como diabetes gestacional. Converse com seu nutri!
 Caprichar na água – sim, de novo! Pouca água te fazer reter líquido e aumentar o edema
 Maneirar no sal – fique atenta ao sal de adição e também a quantidade de sódio dos alimentos industrializados, bem como dos embutidos/defumados…
 Não são recomendados fitoterápicos na gestação. Nem como chá e nem como extrato. Mas existem alimentos com ação diurética que podem ser adicionados no dia a dia pra aliviar o inchaço, como o salsão e a salsinha. Dá pra consumir na forma de suco. Ex: melancia, gengibre e salsão (ou salsinha). Ajuda bastante!! 
 Outros métodos não nutricionais também ajudam bastante, como se exercitar, fazer drenagem linfática e usar meias de compressão.

 Alguma grávida aí tem sofrido muito com o inchaço?

gravidez inchaço

Fome na gestação

fome gestação

E continuando nossa série para as gravidinhas de plantão a pauta hoje é: Fome exagerada na gravidez – como lidar?

 Você não deve passar fome ou fazer dietas restritivas na gravidez. Mas também não dá pra comer como se não houvesse amanhã, já que o amanhã chega e ganho exagerado de peso na gravidez é perigoso: pra você e pro bebê.

 Então se você é uma esfomeada (como eu 🙈😂) se liga nas dicas: 
 Coma mais vezes ao dia pra evitar aquela fome de querer comer até o reboco. Comer a cada 2-3 horas deve te deixar mais tranquila.
 Beba água nos intervalos. Muitas vezes fome e sede se confundem!
 Capricha no consumo de alimentos que são saciedade, preferindo proteínas e gorduras para os lanches.
 Quer um exemplo? Ao invés de matar a fome com aquele bolinho de milho (e comer a fôrma inteira sozinha!), pega 1 fatia dele  1 fruta com fibra (aveia, amaranto ou quinoa por exemplo)  1 ovo. Assim não deixa de comer o bolinho mas garante mais nutrientes e uma refeição com mais saciedade pra vocês. 

Enjôo na gestação

Outro sintoma bastante comum entre as gestantes são as náuseas e vômitos. No meu caso não sofri muito… tive alguns episódios de náusea causados por fome (Sim! Pensem numa fome! 😂) e dois episódios de vômito causados por banana amassada de manhã (que antes eu comia com frequência e na gravidez deu ruim ).

 O que fazer para evitar?
 Evite exagerar nos líquidos nos horários de mais enjôo (geralmente pela manhã). Nesses horários opte por preparações mais sequinhas, como biscoitos de arroz por exemplo.
 Fracione as refeições! Refeições menores, feitas mais vezes ao dia facilitam a digestão.
 Evite alimentos de digestão difícil, como os gordurosos e açucarados!
Use limão! Ele ajuda na digestão! Vale misturar na água entre as refeições e também acrescentar nas saladas.
Use gengibre! Gengibre é um poderoso anti-emético. Pode usar ao longo do dia: ralado na salada e na água.
Se possível faça suas suplementações da gestação com um nutricionista funcional. O déficit de algumas vitaminas está bastante associado às náuseas e aos vômitos.

 Marque uma gravidinha enjoada aqui. 😘

 

enjôo

Sono na gestação

sono gestação

No último post comentei sobre os sintomas menos agradáveis da gestação. Vou começar a trazer dicas para um dos primeiros sintomas: aquele sono e cansaço que parecem não ter fim! 
O que fazer?

 Procure ter horários fixos para dormir e acordar. Isso ajuda seu corpo a acordar mais disposto. Considere dormir mais cedo se estiver frequentemente acordando cansada!
Se você puder, cochilos durante o dia também ajudam na disposição, mas não devem ser longos para não atrapalhar o sono noturno. 20 minutos é um bom tempo!
 Capriche na água! Gestantes tem uma necessidade bem elevada de água, de cerca de 3l! Estar bem hidratada é fundamental pra manter o cérebro ativo!
 Por mais contraditório que pareça: mexa-se! Exercícios leves (desde que permitidos por seu obstetra) ajudam a obter mais fôlego e disposição!

 Nos próximos dias vou trazer dicas para aliviar outros sintomas comuns na gravidez. Fica de olho! 😊

Gravidez não é doença!?

gravidez doença

Mais alguém ouviu essa frase durante a gravidez? 
Eu ouvi (de um homem, Claro!) e me limitei a fazer cara de alface.  Mas devia ter falado poucas e boas!
Gravidez realmente não é doença, muito pelo contrário. Mas gerar uma nova vida não é tarefa para fracos!
Acarreta inúmeras transformações no corpo da mulher e junto com elas muitos sintomas desagradáveis. Enjôo, vômito, muita fome, constipação intestinal, pouca disposição, inchaço, azia, refluxo…

 Me conta: o que foi (ou está sendo) mais difícil na sua gravidez?

 Mais tarde vou trazer algumas dicas importantes para aliviar os piores sintomas. Marque uma gestante que precisa dessas informações. 

Introdução alimentar

Chegamos aos 6 meses da minha pequena com sucesso no Aleitamento materno exclusivo! 😍
Agora o desafio é a Introdução alimentar! 
E que desafio! 

Pra quem vai passar em breve por essa fase trago algumas dicas /informações:
 Se você optar por uma introdução alimentar tradicional, com papinhas… mesmo assim procure deixar também a criança pegar o alimento com a mão, experimentar algum pedaço mais inteiro… isso ajuda bastante na coordenação e no interesse na refeição.
 Ofereça orgânicos sempre que possível!
 Esqueça o seu paladar! Esqueça que você não gosta de morango ou que só come abacate com açúcar. A criança nunca provou esses alimentos então os ofereça puros! Aliás, não ofereça açúcar nunca (ideal até 2 anos!)
 O sal também não deve ser adicionado, pelo menos até os 9 meses. Mas temperos naturais podem e devem ser utilizados.
 Evite usar liquidificador, peneira ou sair misturando tudo. O objetivo na introdução alimentar não é a criança engolir tudo simplesmente. É conhecer os alimentos e iniciar uma boa relação com a alimentação saudável!
 Controle a sua ansiedade (essa eu repito aqui pra mim também 😂😂)! Seu filho passou 6 meses apenas bebendo leite. É natural estranhar sabores e consistências tão diferentes e o processo ser lento é normal e esperado!
 O leite materno (ou a fórmula) continua sendo o principal alimento até 1 ano.
 Compartilha com os papais de bebês! 😘

Bia melancia