Chá: pode à vontade?

Na ânsia de emagrecer e naquela busca (já bem conhecida) por um milagre power-detox-motivador-emagrecedor, atendo muitas pessoas tomando diariamente até 2l de chás em substituição à água! Chá verde e/ou hibisco costumam ser os mais queridinhos.
E aí, será essa uma boa alternativa?

chá

De um modo geral o consumo de chás é bastante benéfico. Mas é fundamental se ter conhecimento de qual planta se está ingerindo e saber seus benefícios e possíveis riscos do consumo em altas doses ou crônico.

O chá verde por exemplo é um dos meus queridinhos também!  Está associado a muuitos benefícios à saúde e não faltam estudos sobre esses efeitos.
Mas o problema está no excesso! Excesso de chá verde pode te deixar mais ansioso/estressado e com dor de estômago (olha a cafeína aí), prejudicar o funcionamento da tireoide para quem já tem essa predisposição e até mesmo se associa a riscos hepáticos.

Outro chá muito utilizado é o de hibisco. Também bastante benéfico com moderação mas associado a alteração de pressão e de produção hormonal quando em doses elevadas.

Resumo da ópera: Não substitua água por chás. Acrescente os chás na sua rotina com moderação e conhecimento de causa (conversa com o seu nutri pra saber as opções e quantidades indicada para os seus objetivos!).

Pra quem é gestante: cuidado redobrado! A imensa maioria dos chás é contra-indicado para gestantes. A maioria deles apenas por falta de estudos que comprovem a sua segurança. Uma das únicas plantas com estudo de segurança é o gengibre.

Atum e mercúrio

atum

No post anterior falei sobre um dos xenobióticos (são compostos estranhos, que nosso corpo não utiliza e se acumulam, nos intoxicando) a que estamos expostos: o mercúrio.

Mas tá nutri, e aquele sashimi esperto de atum, não pode mais? 🙁

Bom, o atum será ainda mais concentrado em mercúrio dessa forma: cru.

Mas podemos fornecer ao nosso corpo nutrientes para eliminar esse excesso de mercúrio. Ou seja, fazer a famosa detox! 😉

Quer 2 boas sugestões de estratégia?
Coma seu sashimi com gengibre e após beba um chá verde! Ambos vão estimular o seu fígado a trabalhar e a fazer uma boa detoxificação do mercúrio e de outros xenobióticos.

Sopa creme de abóbora e gengibre

Receita deliciosa e levinha para o jantar, com ingredientes que promovem ação detoxificante, aumento de imunidade, prevenção de câncer e ação termogênica.
É pouco ou quer mais? 😉

Vamos a receita:

IMG_20150506_130543256

Ingredientes:
– Água quente suficiente
– 1 cebola picada
– 2 dentes de alho
– 1 colher de chá de azeite
– 2 xícaras de abóbora descascada e picada
– 1 cenoura descascada cortada em rodelas
– Sal marinho ou do himalaia à gosto
– 2 colheres de chá de gengibre ralado
– 1 colher de chá de açafrão ou curry
– Pimenta moída (opcional)
– Salsinha à gosto

Preparo:
Em uma panela de pressão, refogue primeiro a cebola com o azeite. Depois coloque o alho. Acrescente a cenoura e a abóbora e deixe refogar um pouco mais. Cubra com água e cozinhe na pressão até amolecerem (não precisa mais que 10 minutos).
Não se esqueça de abaixar o fogo quando pegar pressão. Após esse tempo, abre a panela com cuidado.
Transfira para um liquidificador. Bata rapidamente e volte para a panela para engrossar um pouco e acrescente o açafrão, gengibre, pimenta e sal.
Sirva em seguida com salsinha à gosto e salpique uma semente da sua preferência (chia, linhaça, gergelim, abóbora, ou um mix delas) e um fio de azeite de oliva extra-virgem.