Pensamento crítico: você tem?

Você acompanha as novidades sobre saúde e emagrecimento pela internet?
Segue profissionais? E blogueiras?
Será que você tem um pensamento crítico com relação às informações que recebe?
Vem papear comigo!

Bebida alcoólica: pode?

É sexta-feira, final de semana… e a marvada aparece! Não é? 🙈

 Se você está em busca de emagrecimento ou hipertrofia: não vou te enrolar. Sim, o álcool atrapalha bastante!

 Temos em cada grama de álcool 7kcal. Mais que o carboidrato e as proteínas (que tem 4kcal!). Boa parte dessas “calorias vazias” vão ser acumuladas na forma de gordura. Além disso álcool se associa a desidratação e a piora da microbiota intestinal!

 Credo! Não pode beber então? 😧

 Eu penso que se você gosta (eu também gosto!) pode sim. Com moderação e com CONSCIENTIZAÇÃO!

 Sabe o que falamos sobre prestar atenção nas exceções alimentares? Escolher bem, avaliar se realmente está com fome, se realmente está com vontade de comer aquela besteira e se não está comendo por impulso?

 Essa mesma consciência deve acompanhar a escolha da bebida alcoólica. Não beber simplesmente porque todo mundo está bebendo. Não beber qualquer coisa. E sobretudo: não beber até cair.

 Bebida alcoólica também deve ser escolhida, observada e saboreada!!

 Portanto: curte, bebe algo bom, devagarinho, sente o sabor, intercala com água (ou água de coco, água com gás, Kombucha…) e seja feliz! Você não precisa de álcool pra isso! 😝😘

Kombucha

Você conhece uma bebida chamada kombucha?

 A kombucha é um chá (verde ou preto) fermentado por bactérias e leveduras específicas, se caracterizando como uma bebida com probióticos, ou seja, uma fonte de bactérias boas!

 Na produção temos o chá, as bactérias e leveduras e é acrescentado açúcar. Porém esse açúcar é utilizado para o desenvolvimento da colônia. Restando quase nada no momento do consumo.

 O produto final é uma bebida gaseificada, levemente ácida e adocicada.

 Os benefícios são muitos: temos muitos fitoquímicos do chá, melhora da função intestinal, auxílio no emagrecimento, aumento da imunidade, auxílio no controle de infecções urinárias ou candidíase de repetição… e por aí vai! 

 É possível comprar pela internet a “panqueca” de bactérias (o scoby) e fazer sua kombucha em casa ou então comprar pronta a versão tradicional ou saborizada! Algumas sabores lembram uma cerveja ou champagne, podendo ser uma alternativa para quem quer beber algo diferente em eventos sociais e fugir do álcool! 😉

Frutas: evitar para emagrecer?

Você já deve ter ouvido falar que é necessário evitar certas frutas quando se está em processo de emagrecimento. Será que é verdade? Vem ver o vídeo e entender melhor! 

Arroz parboilizado: pode?

Hoje foi dia de mercado aí também?
E se eu te contar que o arroz branco ou parboilizado não precisa – necessariamente – sair da tua lista de compras (e do teu prato)?

 Sim, é verdade que o arroz parboilizado e o branco têm um índice glicêmico mais elevado em comparação ao integral. O que a princípio causa pico de glicose e insulina com maior velocidade, levando a menos saciedade.

 Massssss a carga glicêmica da refeição com arroz já não será a mesma se esse arroz for feito com legumes (olha o arroz com brócolis ali no meu prato) e nem se consumimos outros alimentos que também reduzem o índice glicêmico na mesma refeição (é o caso das saladas com azeite de oliva, do feijão, do frango…).

 Lembre-se: não existe alimento vilão. Não existe alimento proibido. Existem refeições equilibradas e combinações mais ou menos interessantes pra você. 😉

Organização na alimentação

Motivação ajuda? Sim… mas, infelizmente, eu observo que ela representa apenas um inicial e pequeno passo rumo ao seu objetivo.

O que considero fundamental MESMO e determinante no sucesso da tua reeducação alimentar (seja qual for o teu objetivo) é ter ORGANIZAÇÃO.

 Não há motivação que resista a chegar em casa tarde da noite, morta de fome e sem nada saudável pronto ou pré pronto. Pode ter certeza! 

 Ana, então precisa cozinhar final de semana a refeição pra semana toda?

 Talvez sim, talvez não. Depende da sua disposição em cozinhar final de semana e dias de semana, se tem problemas ou não em repetir mais o cardápio e por aí vai.

 Vou dar algumas ideias do que eu faço por aqui e pode ajudar aí também:
 Feira semanal – não pode faltar frutas e verduras em casa!
 Mercado e loja de produtos naturais – geralmente dá manter legal com compras quinzenais. Oleaginosas por exemplo não é interessante comprar pra muito tempo.
 Lavar pelo menos os folhosos quando chegar da feira. Se você armazena lavado e bem sequinho eles duram mais e estando pronto você não deixa de comer!
 Cozinhar pelo menos 2-3 refeições completas por semana em maior quantidade pra ter algumas sobras congeladas. Ex: arroz integral, feijão e quibe + mix de legumes e num outro dia escondidinho de frango com purê de abóbora + saladas cruas. 😋
 Quanto ao tempo de armazenamento desses alimentos prontos: geralmente uns 3 dias na geladeira e até 1 mês no freezer!
 Dependendo do seu ritmo de trabalho pode ser uma boa opção comprar marmitas saudáveis congeladas e ter no freezer também. Muitas vezes salva naquela correria da semana! Mas precisa – de qualquer forma- ter a salada pré organizada pra acompanhar também. 😉

 Curtiu as dicas? Tem outras pra acrescentar? Conta aqui! 🤗

Atividade física

Por aí o exercício regular também é uma meta difícil? Também te exige aquele “esforço extra”?

Por aqui não é diferente! Já até “desabafei” no stories! 😝
Sempre tive dificuldade em manter uma regularidade. Já fiz musculação, dança, pilates (nesse último me achei e fiquei bastante tempo direto).

 Mas aí a Bia nasceu e o que já não era prioridade pra mim ficou “impossível”. Com quem deixar ela? Em que horário ir? E vem a famosa culpa materna e a gente vai se deixando pra depois…

 Não sei qual vai ser a tua motivação, o teu start! Confesso que o meu foi uma avaliação física pela parceira @nutri_keniarosa que identificou mais % de gordura corporal do que eu gostaria. 😂😂 Decidi e iniciei na mesma semana. Iniciei (novamente) com o que eu gosto e com o que é possível pra mim no momento. Tenho feito pilates 2x por semana e musculação (de leve obviamente 🙈) aos finais de semana na academia no prédio.

 O mais importante é que ao decidir começar: comece! Saia de casa e faça! Mesmo sem vontade!

 Pra quem está parado não tem jeito. Você nunca vai acordar um dia morrendo de vontade de se exercitar. A nossa tendência é colocar milhões de empecilhos e ficar em casa. Não é? 🙈

 Mas (juro): chegando lá você faz e vale a pena! E também, aos poucos melhora a disposição e a vontade vem!!

Por aí o exercício regular também é uma meta difícil? Também te exige aquele "esforço extra"?⏩Por aqui não é diferente! Já até "desabafei" no stories! 😝Sempre tive dificuldade em manter uma regularidade. Já fiz musculação, dança, pilates (nesse último me achei e fiquei bastante tempo direto).⏩ Mas aí a Bia nasceu e o que já não era prioridade pra mim ficou "impossível". Com quem deixar ela? Em que horário ir? E vem a famosa culpa materna e a gente vai se deixando pra depois…⏩ Não sei qual vai ser a tua motivação, o teu start! Confesso que o meu foi uma avaliação física pela parceira @nutri_keniarosa que identificou mais % de gordura corporal do que eu gostaria. 😂😂 Decidi e iniciei na mesma semana. Iniciei (novamente) com o que eu gosto e com o que é possível pra mim no momento. Tenho feito pilates 2x por semana e musculação (de leve obviamente 🙈😂) aos finais de semana na academia no prédio.⏩ O mais importante é que ao decidir começar: comece! Saia de casa e faça! Mesmo sem vontade!⏩ Pra quem está parado não tem jeito. Você nunca vai acordar um dia morrendo de vontade de se exercitar. A nossa tendência é colocar milhões de empecilhos e ficar em casa. Não é? 🙈⏩ Mas (juro): chegando lá você faz e vale a pena! E também, aos poucos melhora a disposição e a vontade vem!!

Publicado por Nutricionista Ana Melo em Domingo, 15 de abril de 2018

Alimentação saudável

Resultado da enquete que fiz esses dias. Pra você o mais difícil também é manter uma alimentação saudável?

alimentação saudável

 Se sim, tenho algumas sugestões pra te dar e começar a mudar isso:
 Coloca a balança em segundo (ou terceiro, ou quarto) plano! Ficar neurótico com metas impossíveis de peso só vai te trazer frustração (e até menos resultado). Além disso, balança não avalia composição corporal. É importante lembrar que músculo pesa mais que gordura!
 Não compare o seu resultado com o do vizinho. Pessoas diferentes, metabolismos diferentes, respostas diferentes!
 Pare de seguir blogueiras fitness! 😅

 Eu sei que tu tens várias idéias pré concebidas do que é alimentação saudável e que ajuda a emagrecer. Sobre isso: será que alguns conceitos espalhados por aí se aplicam a todo mundo? E principalmente: se aplicam pra você? Vale procurar investir em um acompanhamento individualizado.
 Além disso: se pergunte sempre se você conseguiria manter as restrições que você está fazendo a longo prazo. Por 1 ano, por exemplo? Se a resposta for um não, vale dar um passo atrás e pensar em mudar a estratégia.
 O que você pode melhorar HOJE no seu hábito alimentar? O que você pode mudar em seguida?
 Que tal traçar 3 metas para as próximas 2 semanas? E depois reavaliar e traçar novas metas? 

 Criar novos hábitos é um processo. É raríssimo ter sucesso a longo prazo pulando etapas. É preciso fazer, sentir a dificuldade, cair, voltar, insistir. Cada degrau avançado nesse processo conta!

 E aí, me conta qual a sua maior dificuldade? 

Viajar sem engordar?

Perguntei hoje no stories se vocês costumam ganhar peso quando viajam. O resultado foi o mesmo que eu observo no consultório: a maioria ganha sim peso, as vezes pouco, as vezes bastante! 
E se eu te disser que não precisa ser assim? Que com alguns cuidados você volta tranquila com a balança? 
Eu mesma nunca ganhei peso em viagem, mesmo recentemente, em resort all inclusive! 

Mas não estou falando pra te dar inveja nem nada, mas pra te ajudar a ter o mesmo resultado na próxima viagem! 

viagem

 Faça um café da manhã saudável! Você apenas começou o dia! Está muito cedo para comer besteiras, frituras… aproveita que todo hotel tem frutas, ovos, quem sabe um bolinho integral… 
 Se for bater perna e demorar até fazer outra refeição carregue com você lanches saudáveis que vão te ajudar a não chegar na refeição seguinte com fome demais. Vale pegar uma fruta do hotel e levar ou optar por carregar castanhas!
 Capricha na água! Muitas vezes as sensações de sede e fome se confundem! Além de ser fundamental pra ter boa disposição e não ter dor de cabeça.
 Garanta meio prato de salada! Pelo menos no almoço. Dessa forma a fome fica mais controlada no período da tarde e você garante uma boa dose de nutrientes.
  Mexa-se! Se a viagem incluir bastante andança… ótimo! Se for como a minha que convidava a ficar deitada na sombra tomando drinks… não caia (sempre) nessa tentação.  Intercalei drinks e comidas menos saudáveis com caiaque, hidroginástica e axé! 
 Não menos importante: Não deixe de experimentar comidas típicas por não serem saudáveis! Aproveite! Escolha algumas opções que tem mais vontade de provar e procure intercalar com opções mais nutritivas. 

Curtiu as dicas? Me conta se achou fácil ou difícil seguir esses passos na próxima viagem!

5 Passos para Emagrecer

Você se vê perdido quando o assunto é emagrecimento? Fica sem saber por onde começar?
Então o vídeo de hoje é pra você. Nele eu trago bem mastigadinho os 5 primeiros passos para o emagrecimento duradouro. Confere e faz um check list pra verificar se você está seguindo direitinho esses 5 importantes passos!