Cupcake de coco

cupcakes de coco

Que tal uma receitinha rápida, saudável e gostosa de bolinho?
Receita adaptada da @nutri_erica

 Cupcakes de coco
 Ingredientes:
 3/4 de xícara de farelo de aveia
 1/2 xícara de coco ralado sem açúcar (usei o resíduo do coco que uso para fazer leite e tinha congelado)
 2 ovos
 1 colher de sopa de açúcar demerara
 1 vidro de leite de coco (se tiver o caseiro melhor!)
 1 colher de sopa de fermento

 Misture os ingredientes com o garfo mesmo, distribua nas forminhas de cupcake (rendem 6 unidades) e leve ao forno a 180oC por cerca de 40 minutos.

Para a cobertura (opcional, mas gostoso 😝):
✔️ 2 colheres de sopa de coco ralado sem açúcar (usei mais, do mesmo resíduo do coco)
✔️ 2 colheres de sopa de leite em pó (de vaca ou de coco)
✔️ Água para mexer
 Leve a mistura ao fogo até engrossar um pouquinho e despeje sobre os Cupcakes!

A massa fica mais molhadinha… deliciosa! 😉😘

Beijinho funcional

beijinho

Hummm hoje tem receita de docinho do bem pra adoçar sem culpa o final de semana! 😋

 Beijinho funcional
 Ingredientes:
1 xícara e meia de damasco seco (deixar de molho por algumas horas)
1 colher de sobremesa de óleo de coco extra-virgem
Água (pouco – o suficiente pra bater)
Coco ralado sem açúcar (um pouco pra adicionar com os demais ingredientes, restante pra enrolar)
 Preparo:
Liquidifique tudo aos poucos ou triture no mixer.
Enrole a mistura no coco ralado. 😍

 Pode manter na geladeira ou mesmo no freezer pra quando bater aquela vontade de um docinho. Só tirar uns minutinhos antes de consumir. 😉

Bolo integral de coco

Que tal um Bolo integral de Coco (muito) delícia pro lanche da tarde?

Receitinha sem glúten e sem lactose. Testa aí e me conta!

Bolo de coco (s/ glúten, s/ lactose)
Ingredientes:
1 xícara (chá) de farinha de coco
1 xícara (chá) de farinha de arroz integral
100g de coco ralado sem açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
4 ovos caipira
200ml de leite de coco
1 xícara (chá) de açúcar de coco (pode substituir por mascavo ou demerara)
1/2 xícara (chá) de óleo de coco
 Cobertura (opcional):
400ml de leite de coco
1/4 de xícara (chá) de açúcar de coco (pode substituir por mascavo ou demerara)

Preparo:
Em uma tigela junte e misture: farinha de coco, farinha de arroz integral, coco ralado e fermento.
No liquidificador bata os ovos com o leite, açúcar e óleo de coco.
Adicione o líquido aos secos aos poucos e misture.
Coloque em uma forma untada com óleo de coco e farinha de arroz e asse a 180oC por 40 minutos ou até que saia seco no teste do palito.
Cobertura:
Leve o leite de coco ao fogo até levantar fervura. Desligue o fogo e acrescente o açúcar até dissolver bem.
Retorne ao fogo baixo mexendo até reduzir pela metade e acrescente no bolo ainda quente. 😋😍

 

Trufas de tâmara com cacau e coco

Essa é pra quem quer um docinho delícia e super do bem! <3

trufa

Ingredientes:
✅ 1/2 copo de nozes ou amêndoas (usei amêndoas),
✅ 1 copo de tâmaras,
✅ 1/2 copo de coco ralado sem açúcar,
✅ 2 colheres de sopa de água,
✅ 2 colheres sopa de cacau em pó

Preparo:
Triture tudo no processador ou liquidificador (mais chatinho) e enrole em bolinhas. Pra dar um charme enrole no coco ralado, cacau em pó ou em amêndoas trituradas.
Bom apetite! 🙂

 

Quer receber novidades e conteúdo exclusivo? Então cadastre-se aqui

Como estão as suas fezes?

Você costuma olhar para o seu cocô? 😛

E se eu disser que é super importante ficar atento?

Observar quantas vezes por dia ou por semana se evacua, a cor e o formato das fezes, podem dizer muito sobre a sua saúde.

Ter abdome frequentemente inchado, gases, intestino preso ou diarreia são indicativos de que algo não vai bem! Não se acostume com essas condições!

Na imagem abaixo (bem humorada por sinal) temos os 7 tipos de fezes de acordo com o formato:

cocô

Fezes tipo 3 e 4 são as consideradas normais e indicativas de um intestino saudável.

Já as tipo 1 e 2 (em bolinhas) estão associadas a constipação, com as fezes permanecendo por muito tempo no cólon. Consumo insuficiente de fibras, baixa ingestão de água e não respeitar a vontade de evacuar (deixando para depois, para amanhã…) estão entre as principais causas.

Enquanto que as tipo 5 a 7, mais amolecidas, são indicativas de que o trânsito intestinal foi mais rápido do que deveria, podendo causar carência nutricional e desidratação.
As causas podem ser várias: estresse, medicações, alergias ou intolerâncias alimentares, intoxicação alimentar, dentre outras.

Alterações na coloração das fezes também devem ser observadas, assim como a presença de partes de alimentos inteiros ou excesso de muco.

Se identificou nas alterações? Converse com seu médico e com seu nutricionista.

Reeducação alimentar, maior ingestão de água e em muitos casos o uso de probióticos vão auxiliar muito na melhora do funcionamento intestinal.

O seu corpo não vai funcionar 100% enquanto seu intestino não estiver funcionando 100%!

Barra de cereal caseira

Barra de cereal

Não ficou a coisa mais linda do mundo… mas prometo que compensa no sabor! 😛

Aproveitei o que sobrou da minha pasta de tâmaras pra fazer algumas barras de cereal caseiras.

Super fácil e aproveitei o que tinha em casa.
A ideia é misturar a pasta de tâmaras com oleaginosas, granola, aveia e/ou coco ralado por exemplo em partes iguais.

Exemplo:
– 100g de pasta de tâmaras
– 100g de oleaginosas picadas grosseiramente

Preparo:
Misture bem, divida em porções em formato retangular e coloque em uma forma coberta por papel manteiga.
Leve ao forno baixo até dourar.

Nessa barrinha misturei com a pasta de tâmaras: amendoim, um restinho de granola sem açúcar e coco ralado sem açúcar. Ficou uma delícia! <3

Vídeo

Coco: benefícios e como abrir

Quem é meu paciente ou me acompanha por aqui já deve ter percebido que sou fã do coco! <3

E não sou a única! O coco é um alimento funcional e é considerado um dos melhores alimentos do mundo!

Isso porque ele é excelente fonte de gorduras boas, especialmente triglicerídeos de cadeia média e ácido láurico, além de ser fonte de fibras, vitaminas e minerais.

Essa combinação de gorduras boas e fibras é fundamental para a prevenção e tratamento de inúmeras comorbidades como: obesidade, dislipidemia ou diabetes mellitus.
Se torna ainda uma opção bastante sacietógena, de baixo índice glicêmico, que auxilia no funcionamento intestinal e no emagrecimento.

Do coco aproveitamos quase tudo: sua água, polpa, óleo e açúcar. Além de ser possível preparar leite a partir da sua polpa.

Mas começando pelo início fiz essa vídeo com o intuito de sanar uma dúvida simples, mas comum entre muitos pacientes: como abrir um coco mais facilmente?

Farinha de coco

Aos poucos o coco tem se tornado cada vez mais queridinho nas dietas: primeiro foi a água de coco, depois o óleo de coco, o açúcar de coco… e ultimamente a sua farinha é que tem se destacado.

E tem motivo pra isso?

Tem sim!

A farinha de coco não possui glúten e é bastante rica em fibras (cerca de 2,5g de fibras em 10g de farinha!).

Essa sua composição de fibras auxilia no aumento de saciedade, no tratamento da constipação, no controle da glicemia (importante para quem é diabético e também para quem busca emagrecimento) e controle de colesterol.

É possível utilizá-la em receitas em substituição a outras farinhas.

Seu custo ainda é um pouco elevado, mas para quem é adepto do “faça você mesmo” é possível preparar a farinha em casa a partir do bagaço que sobra ao preparar o leite de coco (receita alguns posts atrás) – simplesmente secando bem esse bagaço em frigideira anti-aderente aquecida.

Antes (bagaço do coco):
Bagaço de coco

Depois de seca (farinha de coco):
Farinha de coco

Panqueca de coco low carb

Ótima panqueca para quem busca reduzir os carboidratos na dieta ou simplesmente variar a alimentação com uma opção saudável e bem saborosa.
A farinha de coco contém um teor de fibras bastante elevado e o coco ralado além de fonte de fibras é fonte de gorduras boas. Tal combinação promove saciedade e regula os níveis de insulina no sangue, auxiliando também no controle do peso corporal!

panqueca de coco

Ingredientes:
– 1 ovo caipira grande
– 1 colher de sopa de farinha de coco
– 1 colher de sopa de coco ralado sem açúcar

Preparo:
Misturar os ingredientes e levar a uma frigideira anti-aderente untada com óleo de coco ou azeite de oliva extra-virgem.
Para acompanhar fui de geleia 100% fruta de damasco.

Chocochia pudding

É ou não uma excelente opção para se animar com a reeducação alimentar?

E de quebra é uma deliciosa forma de utilizar a chia: fonte de gorduras do tipo ômega 3, minerais como ferro e cálcio e excelente fonte de fibras que a tornam uma opção especialmente promotora de saciedade! Sempre bom né? 😉

Chocochia pudding

Chocochia pudding

Ingredientes:
– 1 xícara de leite de coco caseiro
– 3 colheres de sopa de chia
– 1 colher de sopa de cacau em pó
– 1 colher de sopa de coco ralado sem açúcar
– 2 colheres de chá de mel
– 1 kiwi

Modo de preparo:
Dissolva o cacau no leite de coco, acrescente a chia, o mel e o coco ralado e deixe de um dia para o outro na geladeira! Ao acordar pique o kiwi ou a fruta de sua preferência.
Esse da foto eu fiz para comer em casa mas se fizer em um pote fechado dá tranquilamente para ser levado ao serviço como opção de lanche! 😉