Pouca água

pouca água

Sempre reforço a importância de beber água. Sei que é básico, sei que você já sabe. Mas você pratica? De verdade? Você bebe quanto de água ao longo do dia?

No meu vídeo de ontem expliquei que uma das condutas pra acelerar o metabolismo é beber água. Você viu?

 Mas é muito mais! Nosso corpo é 70% água. Não se hidratar o suficiente significa raciocínio prejudicado, disposição prejudicada, inchaço e intestino preso.

 Se você não tem esse hábito precisa criar. Não tem jeito!

 Faz o cálculo: 35ml X o seu peso pra ter uma ideia do quanto de água você precisa. Carrega uma garrafinha com você e vai repondo. Existem inclusive aplicativos que podem te ajudar a não esquecer da água! 😉🍶

Como preservar os nutrientes?

nutrientes

Recebi essa dúvida de uma seguidora em relação a introdução alimentar dos bebês. Mas a informação é a mesma em relação a nossa alimentação também. 
O assunto é extenso! Então na verdade vou trazer algumas dicas importantes e simples:
 Não cozinhe vegetais excessivamente. Quanto maior o tempo de cocção, maior a perda de nutrientes. Vegetais não devem ficar molengas. Devem ter consistência mais tenra!
 Prefira cozinhar vegetais no vapor e não na água! Assar também é uma boa alternativa. A perda de vitaminas para a água é muito maior!
 Assar ou cozinhar vegetais com casca (deixando pra remover – ou não – só depois) preserva mais os nutrientes!
 Deixe feijão e outras leguminosas de molho em água por pelo menos 12h,desprezando essa água e cozinhando com água nova. Assim reduzimos fatores anti nutricionais que prejudicam a absorção de nutrientes.
A maioria dos nutrientes são melhor absorvidos ao consumir os vegetais e frutas crus. Mas há exceções! O betacaroteno (da cenoura, abóbora) e o licopeno (do tomate) são melhor absorvidos após cocção e com acréscimo de azeite! 😉
 Congelamento é uma ótima alternativa e pode ser utilizado! A grande maioria dos nutrientes mantém boa preservação!
 Agora mais em relação aos pequenos: ao liquidificar/processar também há perda de alguns nutrientes e fibras. Prefira amassar apenas. 😉

 Ficou alguma dúvida de fora? Me pergunta que eu complemento! 😉

 

Beba água!

Mesmo no verão é muito fácil ver as pessoas descuidando do consumo de água. É o seu caso?
Então confere aqui motivos para não deixar de beber água e saiba a quantidade ideal!
Compartilha essa dica com seu amigo que não bebe água!

Hidrate-se!

Mais alguém morrendo de calor por aí? o/
Povo não tem época mais importante para não relaxar na hidratação. PelamordeDeus!
Desidratação é causa comum de baixa disposição, sonolência, intestino preso, dor de cabeça e queda no desempenho na atividade física, inclusive com menor ganho de massa magra!
Portanto: hidrate-se!
Nessa época precisamos de cerca de 35ml de água por kg de peso (faz as contas aí!).
Procura priorizar a água mesmo (que pode ser saborizada! Fica uma delícia!) – já deixa a garrafinha ou jarra de água do seu lado pra não esquecer!

água
Pode também variar com água de coco natural ou chás gelados (de erva ou sachet). Frutas com teor elevado de água (como melancia, kiwi ou melão) nos lanches também ajudam bastante!

Água na Gestação

Água é muito importante SEMPRE! Afinal nosso corpo é composto por 70% de água e nada funciona direito sem ela nem raciocínio, nem rins, função intestinal ou emagrecimento!
Mas não bastasse tudo isso, na gravidez a água se torna AINDA MAIS importante!
🍶 Nesse período a água será indispensável para que haja líquido amniótico para o bebê, para prevenir as tão comuns (e indesejadas! ) infecções urinárias, para manter a pele hidratada, prevenindo estrias e também para manter um adequado funcionamento intestinal nesse período em que a constipação é tão comum!


👉 A necessidade diária é de no mínimo (dos mínimos!!) 2l de água por dia, mas o objetivo é ir treinando beber ainda mais, já que na amamentação essa necessidade sobe para 3 a 4l! 😱

água
👉 Acha difícil? Fica sempre com uma garrafinha de água por perto pra beber aos pouquinhos ao longo do dia. Se você está nauseada já pode aproveitar e saborizar essa água com lascas de gengibre, que auxilia a reduzir o enjôo. 😉

5 Dicas para Turbinar a sua Imunidade

Com esse tempinho frio (e chuvoso 🙁 ) de Floripa tenho ouvido de muitos pacientes e colegas a mesma queixa: a queda na imunidade. E aí muitos me dizem: “Ah Ana, to na terceira gripe mas é normal né?” Ou “To com coriza há 3 semanas mas é assim mesmo…”.

gripe

Não, se você tem ficado doente com muita frequência algo não está normal! Vou te dar 5 Dicas bem importantes pra reforçar a imunidade:

1) Mantenha um consumo frequente e variado de frutas, saladas e legumes: quanto mais colorido melhor!
Tenho visto muitas pessoas excluindo as frutas nessa época por “preguiça” e substituindo apenas por pães ou biscoitos. Nãããoooo!! Pães/biscoitos não vão te ofertar praticamente nada de nutrientes, não vão contribuir pra tua saúde e muito menos fornecer substrato pra que o teu corpo consiga produzir defesas contra invasores (contra o vírus da gripe por exemplo).

2) Mantenha um consumo frequente de fontes de vitamina C.
Não, aquelas megadoses de vitamina C da farmácia não são efetivas… apenas deixam seu xixi muito rico em vitamina! Mas ingerir frutas ricas em vitamina C no dia a dia é fundamental pra manter a imunidade sempre em alta. Alguns exemplos: kiwi, morango, limão, laranja, acerola, vergamota, etc.

3) Evite leite e derivados se você está com gripe!
O leite e os seus derivados aumentam a produção de muco, aumentando secreção mucosa em nariz, garganta e piorando o desconforto.

4) Não abandone a água!
Tomar menos água afeta o funcionamento do nosso corpo como um todo (somos 70% água, lembra?), inclusive o nosso sistema respiratório. Se não ingerimos água o muco das vias nasais fica menos fluido com a falta de água, facilitando a entrada de vírus e bactérias, causadores de doenças. Deixe uma garrafinha por perto e vá bebendo ao longo do dia, mesmo sem sede! A sede já é um sinal de desidratação.

5) Não abandone o exercício!
A atividade física também é fundamental pra que possamos ter uma boa imunidade. Além disso, se você tem o objetivo de emagrecer, a boa notícia é que a atividade física no inverno acelera ainda mais o metabolismo que em temperaturas mais quentes já que nosso corpo precisa “fazer mais esforço” pra manter sua temperatura.

Espero ter contribuído pelo menos um pouquinho pra ver todos vocês bem no inverno, aproveitando o que ele tem de bom (ai como eu gosto! <3 ).
Tem seguido as minhas dicas e mesmo assim tem gripado muito? Consulte um nutricionista! Existem várias outras causas (como deficiência de alguns nutrientes) que podem levar a essa queda de imunidade.

Beijo da Nutri!

Água alcalina: funciona?

12717612_1340392589312269_9038329059365502916_n

Até ano passado só se falava em água alcalina. Lembra?
Todo mundo tinha que comprar água alcalina ou o filtro alcalinizador para tornar o pH da água alcalino e consequentemente tornar também o corpo mais alcalino – ou então estaria fadado à morte lenta! 😛

Exageros à parte, quero apresentar pra vocês esse excelente artigo escrito pela equipe da VP Consultoria e que desmistificou essa questão!

No estudo foram comparadas 256 marcas de água brasileiras das quais se calculou o valor de PRAL, que significa Cálculo do Potencial de Carga Ácida Renal, o qual leva em consideração as diferentes taxas de absorção intestinal dos nutrientes contribuintes, o balanço iônico para cálcio e magnésio e a dissociação do fosfato a pH 7,4. Quanto mais negativo o valor de PRAL, mais alcalinizante é o alimento/bebida.

Já foi demonstrado que águas minerais alcalinizantes tem claro efeito sobre a manutenção da saúde óssea e redução da perda de massa muscular em idosos.

Porém, o que o estudo encontrou é que pH alcalino NÃO é sinônimo de potencial alcalinizante!

Algumas águas minerais com valor de pH ácido apresentaram valores negativos de PRAL, exercendo, assim, potencial efeito alcalinizante no organismo.
Como exemplo, uma das águas minerais incluídas na análise com valor de pH de 6,6, apresentou valor de PRAL de –11,3. Por outro lado, outra água mineral, essa com valor de pH de 9,9, apresentou valor de PRAL de –0,2, que pode ser considerado
neutro. Assim, constata-se que o valor de pH não prediz a ação alcalinizante ou acidificante no organismo. Isso se deve ao fato de o valor de pH de alimentos e bebidas não influenciar no equilíbrio ácido-base do organismo, pois não necessariamente reflete a capacidade de liberação de precursores de ácidos e bases.
O magnésio e bicarbonato apresentaram‑se como os principais preditores negativos do PRAL – quanto maior o teor destes, menor o PRAL, ou seja, maior o potencial alcalinizante da água.

Resumo da ópera? Não acredite em tudo o que vê/lê! Especialmente quando se trata da “última moda”: os estudos precisam de um certo tempo pra acontecer! Busque informação com profissionais atualizados.
Beba muita água, independentemente da marca! Se alimente bem: frutas e vegetais tem excelente potencial alcalinizante, ao contrário de farinhas e açúcares.
Converse com seu nutricionista. 😉

 

Quer receber novidades e conteúdo exclusivo? Então cadastre-se aqui

Hoje é dia de começar!

segunda

Primeira segunda feira do ano: dia de muitos irem em busca de suas metas, incluindo os objetivos de melhorar a saúde, emagrecer e/ou se exercitar, acertei?

Minha dica é que ao invés de começar focando na restrição, na exclusão dos carboidratos, do glúten, na DETOX ou em seguir as metas das blogueiras fitness, você comece diferente: com metas reais e mudanças práticas, que vão te ajudar a conseguir seguir durante o ano inteiro, e não desistir frustrado, em menos de 1 mês. Que tal? 😉

✅ Em 2016 cozinhe mais! Coloque mais a mão na massa, sabendo os ingredientes que utilizou e diminuindo o consumo dos industrializados!

✅ Coma mais frutas (3 ou mais porções por dia – priorizando a fruta inteira, com casca ou bagaço ao suco) e verduras variadas (diariamente no almoço e no jantar);

✅ Beba muita água! É o melhor desintoxicante que existe!

✅ Não fique longos períodos em jejum! Seu metabolismo funciona melhor e você previne os excessos alimentares provocados pela fome!

✅ Priorize alimentos integrais em detrimento aos carboidratos simples. Eles saciam mais, regulam melhor os níveis glicêmicos e melhoram a função intestinal;

✅ Inclua fontes de gorduras boas, como abacate, coco, azeite e oleaginosas;

✅ Se exercite o ano inteiro! Procure uma atividade física que goste;

✅ Procure profissionais especializados! Emoticon wink

E pra quem já estava se alimentando bem em 2015 não precisa morrer de culpa pelos excessos nas festas não (aliás, me incluo aqui também, viu? 😝). Pra quem se cuida sempre é só voltar à rotina que logo logo tá tudo 100% novamente. 😘

Cãibra se resolve com banana?

cãibra

Problema = cãibras
Solução = banana

Será tão simples e resolutivo assim? Já acompanhei muitos casos que não!

A cãibra pode ser causada pelo excesso de exercício, ocorrendo acúmulo de amônia e ácido lático, deixando o meio intracelular ácido e desencadeando a dor.

Consumo insuficiente de água é também uma causa comum por desequilibrar os fluidos corporais.

Baixos níveis sanguíneos de alguns nutrientes importantes para a contração muscular também se associam com a cãibra, como potássio (daí a famosa dica da banana), mas também: magnésio, sódio ou cálcio!

Assim, achar que apenas comer banana é a solução está longe de ser a verdade para a maior parte dos casos.

Para prevenir as cãibras é preciso equilibrar exercício x tempo de descanso x água x dieta nutricionalmente balanceada, em alguns casos com necessidade de suplementação.

Converse com seu nutri. 😉