Legumes assados

Ontem eu gravei um vídeo pra ajudar quem não ama saladas a aprender a amar. 😅
Se você não viu, eu falei um pouco sobre temperos, molhos, combinações e… persistência!

Mas outra dica super importante é mudar a forma de preparo! Abóbora pode ser cozida. Mas pode ser refogada com alho e temperos verdes. Pode virar purê. Pode ser assada! E etc etc…

São tantas formas de experimentar um mesmo alimento! A gente fala muito isso em relação às crianças… mas vale pros grandinhos também! 😝

O legumes assados são uma estratégia super legal. Porque quando cozinhamos na água existe uma certa perda de sabor. Assado é o contrário. O vegetal desidrata. O sabor concentra!

O vegetal assado traz ainda vantagem nutricional! Isso porque com o cozimento na água há perda não apenas de sabor, mas também de nutrientes para essa água. Assado não, conseguimos uma boa manutenção!

Hoje fiz esses 3 aí no meu almoço: batata doce, abóbora moranga e chuchu. Todos orgânicos. Temperei com azeite, sal, curry e alecrim.
Podes usar os vegetais que tens aí e os temperos da tua preferência!  Que tal provar? 😉

Sementes de abóbora

Você joga as sementes de abóbora fora?

Pois não deveria!

São fontes de fibras, gordura boa, proteína, fontes de cálcio, zinco, potássio, vitaminas do complexo B, tem potente ação antiinflamatória e há muitos anos são conhecidas como vermífugos naturais!

Além disso: rendem um petisco super gostoso! 😋
Pra isso basta torrar as sementes secas e temperadas (sugiro azeite, pouco sal, curry e pimenta caiena) na frigideira antiaderente ou no forno (em temperatura alta até dourar – bem rapidinho!).

Outra opção ainda é utilizar as sementes torradas na forma de farinha! Nesse caso após torrar você liquidifica!

Aliás, essa dica da farinha tem tudo a ver com o post de ontem… nem só de farinha de amêndoas vivem receitas low carb. Que tal usar farinha de semente de abóbora e baratear bastante sua receita? 😉😘

Purê de abóbora

Tem mais algum fã de abóbora por aí? 

E esse purê de abóbora do almoço de hoje ficou tão delicioso que quero compartilhar o “segredo” com vocês! 

Fiz assim:
 Cozinhei a abóbora cabotia picada e com casca o suficiente até conseguir amassar.
 Tirei a casca depois de cozida e amassei.
 Em uma panela coloquei manteiga e refoguei alho e cebola, acrescentei a abóbora amassada, temperei com sal, curry e pimenta caiena.
 Acrescentei um pouco de leite de coco pra deixar mais molinho e finalizei com salsinha picada!
Delicioso!! 

Sementes de abóbora

Você joga fora as sementes da abóbora que faz em casa?

Não jogue!!

Elas rendem um petisco bem saboroso e são super saudáveis!

As sementes de abóbora são fontes de ferro e um punhadinho delas contém cerca de 7g de proteína. Sendo assim, são uma opção bem interessante para os vegetarianos e veganos!

Elas contém ainda zinco, cobre e vitamina E e são fontes também de triptofano, que é precursor da serotonina e melatonina. Auxiliam portanto na indução do sono e na prevenção ou tratamento de quadros depressivos.

Para preparar: acrescente às sementes limpas os temperos que você gosta junto a um bom óleo e asse no forno a 190ºC por 10 a 15 minutos.
Nessas utilizei um pouco de azeite de oliva extra-virgem + sal do himalaia, pimenta moída, açafrão e gengibre moído (um pouquinho de cada). 😉

Sementes de abóbora

Sopa creme de abóbora e gengibre

Receita deliciosa e levinha para o jantar, com ingredientes que promovem ação detoxificante, aumento de imunidade, prevenção de câncer e ação termogênica.
É pouco ou quer mais? 😉

Vamos a receita:

IMG_20150506_130543256

Ingredientes:
– Água quente suficiente
– 1 cebola picada
– 2 dentes de alho
– 1 colher de chá de azeite
– 2 xícaras de abóbora descascada e picada
– 1 cenoura descascada cortada em rodelas
– Sal marinho ou do himalaia à gosto
– 2 colheres de chá de gengibre ralado
– 1 colher de chá de açafrão ou curry
– Pimenta moída (opcional)
– Salsinha à gosto

Preparo:
Em uma panela de pressão, refogue primeiro a cebola com o azeite. Depois coloque o alho. Acrescente a cenoura e a abóbora e deixe refogar um pouco mais. Cubra com água e cozinhe na pressão até amolecerem (não precisa mais que 10 minutos).
Não se esqueça de abaixar o fogo quando pegar pressão. Após esse tempo, abre a panela com cuidado.
Transfira para um liquidificador. Bata rapidamente e volte para a panela para engrossar um pouco e acrescente o açafrão, gengibre, pimenta e sal.
Sirva em seguida com salsinha à gosto e salpique uma semente da sua preferência (chia, linhaça, gergelim, abóbora, ou um mix delas) e um fio de azeite de oliva extra-virgem.