Pode arroz parboilizado?

arroz

Jantinha de ontem: Saladinha com azeite extra-virgem Risoto de arroz parboilizado e frango muuuuito bem temperadinho (cebola, alho, tomate, brócolis, espinafre, sal, pimenta, curry e cebolinha) 😍

Oi? Nutri? Eu li arroz parboilizado? Pode? 😱😱

👉 Deixa eu te explicar uma coisa! Os alimentos individualmente tem o seu índice glicêmico, ou seja, a sua velocidade de liberação de açúcar e pico de insulina no corpo.
👉 Há muitos estudos comprovando que priorizar alimentos com baixo índice glicêmico favorece (dentre outras coisas) o emagrecimento!
👉 Porém o que acontece em uma refeição mista é que o efeito no nosso corpo não será daquele carboidrato isolado, mas sim, da carga glicêmica da refeição como um todo!
👉 Assim, não é necessário se martirizar por consumir um carboidrato não tão bom assim se ele estiver Unido a outros ingredientes que reduzem a carga glicêmica da refeição. Alguns exemplos? Fibras (como das saladas cruas e vegetais da minha refeição), proteína (frango) e gorduras boas (azeite). 😉😘

Café da manhã

Como é o seu café da manhã? Sabia que um bom café da manhã é fundamental para o emagrecimento e também para ter rendimento e disposição?
Nesse vídeo eu explico!
Confere e compartilha para auxiliar outras pessoas! 😉

Suco verde prático

Dica prática pra facilitar o suco verde da semana e não ter desculpa: parte e lava tudo de uma vez e congela! 😉
👉Separei saquinhos com porções individuais de: abacaxi, couve, salsinha e gengibre. Aí de manhã só vou acrescentar um pouco de água e o suco de meio limão. 🙌

suco verde congelado

Claro que essa é só uma ideia! Dá pra variar a fruta, as folhas, se bate com água ou outro líquido. Mas sempre evite coar ou adoçar o suco verde! 😉

👉Mais detalhes e dicas lá no meu snap: anamelo.nutri 😘

Colágeno hidrolisado: funciona?

Essa dúvida é bastante frequente no consultório. Será que a suplementação de colágeno hidrolisado funciona? Será que deixa a pele maravilhosa e livre de flacidez como promete?

colgeno-hidrolisad

Bom, primeiro vamos entender quem é o colágeno! 😉

O colágeno é uma proteína presente no organismo não apenas na pele, mas também em tendões, ossos e músculos. E como toda proteína é composto por 20 aminoácidos.

O que acontece é que o colágeno que ingerimos não é absorvido inteiro e encaminhado diretamente para a nossa pele (bem que seria fácil assim né?)!

Como toda proteína, ele é “quebrado” após a digestão em aminoácidos e esses aminoácidos sim, é que serão absorvidos!

E todas as proteínas do nosso corpo são constituídas de aminoácidos. Ou seja: o nosso corpo utilizará os aminoácidos do colágeno para aquilo que precisar: produção de anticorpos, células sanguíneas, músculos, tendões…

Não há absolutamente nenhuma garantia de que sobrará aminoácidos suficientes do colágeno para serem utilizados pela pele!

O colágeno do nosso corpo é PRODUZIDO pelo nosso corpo!
Para produzir colágeno precisamos não apenas dos aminoácidos, mas também de vitamina C, vitamina A, ferro, zinco e silício… nutrientes que encontramos em alimentos saudáveis como grãos, cereais integrais e hortaliças.

Nutri então não devo usar colágeno?
Eu não diria que não deve! Mas com certeza não deve utilizar esperando maravilhas pela pele.
Porém se você estiver saudável, com um intestino saudável (já que é lá que o colágeno e todos os demais nutrientes são absorvidos) e com uma alimentação bem equilibrada, o colágeno hidrolisado pode entrar dentro do contexto de uma alimentação saudável sim.

Converse com seu nutri sobre quantidade e horários e para os demais ajustes dietéticos pra que esse suplemento seja bem utilizado. 😉

Como aproveitar sobras de bolo?

Pro lanchinho da tarde hoje no serviço levei bolinho integral de maracujá, o mesmo que fiz semana passada e postei por aqui! 😋

bolo integral congelado

Não, eu não fiz ele novamente. Esse é o mesmo da semana passada que eu fiz e congelei a metade!

👉Se você não faz bolo integral porque acaba exagerando ou jogando fora essa dica é pra você ⏩⏩ pra congelar basta cortar em pedaços o bolo pronto e embalar com papel manteiga. Aí é só guardar em saquinhos plásticos ou em um pote no freezer por até 30 dias.

Pra descongelar é só deixar em temperatura ambiente. 😉

Simples assim! Fica tão bom quanto fresquinho! 😍

Atum em lata: qual escolher?

Até já tinha falado sobre esse assunto por aqui, mas recebi novamente essa dúvida:
“Ana, qual o melhor tipo de atum?”

Você sabe?

atum em lata

-> Em óleo!!

Sim! Muita gente acha que o light seria o mais indicado, porém a versão em óleo é melhor!

Isso porque o alumínio da lata tende a migrar para a superfície mais oleosa. Se o atum está envolto em água, o alumínio migra bastante para o próprio atum e você acaba ingerindo alumínio por tabela (e tudo o que o seu corpo não usa tende a se acumular na sua gordura corporal e sobrecarregar fígado, atrapalhando seu metabolismo e emagrecimento – isso só pra resumir a ópera).

Por outro lado, se o atum está envolto por óleo o alumínio tende a migrar justamente para esse óleo, protegendo o atum! Portanto: opte pela versão em óleo e elimine esse óleo ao consumir! 😉

E o atum com molho?
É a opção que tem mais corantes, conservantes e aditivos de modo geral. Costuma também ser a opção com mais sódio! Quer atum com molho? Faça seu molho! 🙂

Ficou com dúvidas sobre o assunto? Entra em contato, vai ser um prazer te responder!

Sucralose pode?

sucralose

As pessoas usam MUITO adoçante: no café, chá, suco… embutido na gelatina diet, suco light ou até mesmo no suplemento de whey protein.

E dentre os adoçantes mais utilizados temos a sucralose, uma opção que já foi considerada natural e segura mas que hoje sabemos não ser tão boa assim!

Em primeiro lugar porque a sucralose contém 3 átomos de cloro, os quais, acredita-se, que podem se ligar ao iodo e prejudicar a função da tireoide.

Outro malefício – mais estudado e comprado – é a associação entre sucralose e disbiose intestinal, ou seja: aumento das bactérias maléficas e redução das benéficas na flora intestinal.

E essa disfunção está longe de influenciar apenas em um intestino que funciona diariamente ou não.
Uma boa flora intestinal é imprescindível para que haja uma boa absorção dos nutrientes que consumimos, das medicações que utilizamos e também para que sejam produzidas uma série de vitaminas/minerais importantes por essa flora benéfica.

A solução?

Adoce menos! Quanto mais você sentir o sabor natural dos alimentos e bebidas que utiliza e menos precisar adoçá-los melhor!
Vai reduzindo aos poucos que vai ficando mais fácil! Garanto!

E o que for adoçar nutri?

Depende!
Para muitos casos existe a possibilidade de usar açúcar em pequena quantidade (preferencialmente um açúcar de coco, mascavo ou demerara), já para outros a opção melhor é a de substituir por um adoçante melhor, como o stevia que é uma opção natural e sem estudos até o momento o associando com risco à saúde.

Como sempre: converse com seu nutri para saber o mais indicado ao seu caso. 😉

Adoçantes – usá-los ou não, eis a questão

Cuidado com os adoçantes

adoçantes

Me respondam essa:
– Quando queremos nos cuidar e perder um pouco de peso a primeira mudança que devemos fazer na alimentação é tirar o açúcar e começar a utilizar adoçante, certo?

ERRADO!

Existem vários estudos que associam o consumo a longo prazo de adoçantes com o GANHO de peso! Sabiam? Existem diferentes teorias que explicam esse efeito.

Uma delas é que os adoçantes (ou edulcorantes) artificiais são substâncias estranhas ao nosso organismo e por esse motivo se acumulam de forma tóxica em nosso tecido de gordura, dificultando a quebra da gordura estocada.

Além disso, ao sentirmos o paladar doce ao ingerir algum alimento com adoçante o nosso intestino ativa receptores para absorver ao máximo os carboidratos da refeição, produzindo mais insulina, o que gera um maior acúmulo de gordura corporal, especialmente na região abdominal.

Outro problema é que ao dar adoçante para o seu corpo você não supre a necessidade do seu cérebro, que fica esperando pelo açúcar. Por isso muitas vezes quem consome adoçantes em excesso acaba sentindo mais vontade de usar alimentos com açúcar, como chocolates, bolos, etc.
E aí lá se foi a pequena economia de calorias que você fez com o adoçante!

Por último, é comum as pessoas acharem que por estarem utilizando adoçante ou alimentos light podem comer o alimento à vontade, pois ele não irá engordar! E com isso ocorrem os excessos alimentares.

O que eu faço então?

Se você é diabético ou precisa de uma restrição mais rígida de carboidratos a melhor opção parece ser o stévia, que é um adoçante natural, extraído a partir de uma planta.

Já se o seu caso não é esse e seu objetivo é apenas emagrecer pode ser interessante fazer uma espécie de rodízio de açúcares, ingerindo açúcar demerara, açúcar mascavo, mel, xarope de agave ou açúcar de coco.

E sempre que possível não adoce com nada! Aos poucos o seu paladar vai se adaptando e a sua necessidade de adoçar os alimentos vai se tornando bem menor.