Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

Já ouviu falar em Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)?

Síndrome ovários policísticos

Essa síndrome consiste no crescimento de pequenos cistos dentro do ovário e é uma das desordens endócrinas mais frequentes em mulheres na idade reprodutiva, com prevalência de 6 a 10%.
Em geral caracteriza-se por produção excessiva de pelos e/ou acne, com ausência de ovulação associada a distúrbio menstrual e infertilidade.

A SOP causa ainda resistência a insulina e hiperinsulinismo compensatório (produção exagerada de insulina), o que a faz ser um importante fator de risco para o desenvolvimento de diabetes mellitus do tipo 2, doenças cardiovasculares, obesidade e infertilidade!

Já conhecia essa Síndrome?
Agora o que talvez você não saiba é que a Nutrição pode auxiliar e MUITO no seu tratamento!

Um dos principais objetivos da dieta é controlar a resistência a insulina das pacientes. Dessa forma, algumas ações são fundamentais:

1) Fracionar a alimentação de 3 em 3 horas, pois longos períodos em jejum, seguidos por ingestão alimentar excessiva estão entre as principais causas de alteração dos níveis glicêmicos;

2) Ter uma dieta de baixa carga glicêmica (com alimentos que propiciem um aumento mais lento dos níveis de açúcar no sangue) e rica em fibras;

3) Consumir fontes saudáveis de gordura (como óleo de linhaça, azeite de oliva, abacate, etc.) e reduzir o consumo de gorduras saturadas estão também associados a controle da glicemia e a auxílio na redução do peso;

4) Incluir alimentos ricos em magnésio, como vegetais verdes escuros e oleaginosas, é também importante para a melhora da sensibilidade a insulina;

5) A perda de peso é fundamental! Ela favorecerá a utilização dos hormônios circulantes, irá melhora dos níveis de gordura no sangue e diminuição da resistência à insulina;

Uma dieta equilibrada e individualizada, incluindo essas e outras ações, aliada a exercícios físicos, representa o tratamento de primeira linha, melhorando a resistência à insulina e a regulação dos ciclos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *