Chocolate pode?

O vídeo da semana é sobre chocolate! Como não amar? 
Mas a questão é: será que pode comer chocolate? Quanto? De qual tipo?
Confere as respostas no vídeo e compartilha com seu amigo chocólatra! 

Azia

Azia: você sofre desse mal?

As causas de azia podem ser muitas e a imensa maioria gira em torno de erros alimentares básicos, como consumo excessivo de irritantes de mucosa (cafeína, corantes, conservantes, alimentos gordurosos), longos períodos em jejum, ingestão excessiva de líquidos com as refeições ou comer muito rápido! Em fumantes e obesos a azia é mais frequente.

Mas há um outro fator ainda pouco conhecido, mas já bastante comum no consultório: as alergias alimentares.

E aqui eu não falo de alergias clássicas, do tipo que logo após o contato são formadas bolinhas no corpo, tem-se inchaço ou até edema de glote.
Eu me refiro às alergias tardias: muito comuns e também muito negligenciadas.

Temos 3 hormônios no estômago responsáveis pela produção do ácido clorídrico: acetilcolina, gastrina e histamina. A produção deste último é estimulada com o consumo de alérgenos alimentares!
Nesse caso consumimos um alimento que não digerimos bem, o leite ou seus derivados por exemplo, e logo em seguida temos uma super produção de histamina com consequente super produção de ácido clorídrico, tornando o estômago excessivamente ácido e consequentemente trazendo os sintomas clássicos de azia/queimação.

Você não consegue viver sem os “prazóis” da vida? Usa há anos (e até mesmo sem indicação) porque morre de dor no estômago e/ou azia se tenta excluir?
Comece procurando um profissional que te ajude a identificar e tratar a causa desse sintoma! Uma parcela significativa dos casos consegue melhoria dos sintomas e mesmo exclusão da medicação – gradual e devidamente acompanhada e orientada – com mudanças alimentares e de estilo de vida, muitas vezes também com o auxilio de fitoterápicos. 

azia

Peso na Gravidez

Será que precisa ganhar peso na gravidez? A recomendação será igual para todas? Como fazer?
Confere essas e outras informações no vídeo dessa semana. Aproveita e marca uma gravidinha aqui também. 

Variar é preciso!

variar

Variando você não enjoa e consegue manter o processo de reeducação alimentar continuamente! Se não varia a tendência é pular para a compulsão: do frango com batata doce diretamente para um prato gigante de batatas fritas!

 Variando você fornece ao seu corpo diferentes nutrientes – reduzindo o risco de deficiências nutricionais, bem como prevenindo os malefícios de possíveis alergias/intolerâncias por alimentos consumidos excessivamente;

 Variando você emagrece! Quando queremos comer todos os dias exatamente a mesma coisa nosso corpo se adapta – mesmos nutrientes, mesma quantidade calórica, de gorduras, proteínas, etc – o que tende a reduzir o nosso metabolismo e muito em breve estacionar a perda de peso.

 Lembre que o seu nutricionista deve ser seu parceiro! Enjoou? Perda de peso estacionou? Conversa e combina com ele novas receitas e estratégias, mas não pára! 

 

Beba água!

Mesmo no verão é muito fácil ver as pessoas descuidando do consumo de água. É o seu caso?
Então confere aqui motivos para não deixar de beber água e saiba a quantidade ideal!
Compartilha essa dica com seu amigo que não bebe água!